Arquivo da tag: Metallica

Playlist: Enxurrada de setlists do Lolla 2017 no Spotify do RIFF

Por Guilherme Schneider | @Jedyte 

Mantendo a tradição de “campeão dos setlists no Spotify” (culpem os seguidores do Twitter do RIFF pelo título) preparamos uma surpresa especial para quem planeja ir ao Lollapalooza 2017 – ou seus sides shows em São Paulo, Rio de Janeiro ou Belo Horizonte. Montamos os prováveis setlists das maiores atrações do mega festival.

Quer fazer bonito e cantar em todos os shows? Quer chegar ao festival sabendo desses “spoilers”… então siga o perfil do RIFF no Spotify e acompanhe as playlists.  Tem Metallica, The Strokes, Two Door Cinema, Duran Duran, The xx, Criolo, Jimmy Eat World, Glass Animals (foto) e muito mais!

O Lolla 2017 acontece nos dias 25 e 26 de março no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, e, nós do RIFF, já vivemos a contagem regressiva para uma cobertura especial.

Seguem alguns exemplos abaixo pra você já entrar no clima do Lollapalooza:

Anúncios

A noite de Adele! Grammy emociona em cerimônia pra lá de humana | Veja lista de vencedores

Por Guilherme Schneider | @Jedyte

Um bom sinônimo para música é emoção. E foi justamente essa celebração, digamos, emotiva, que se viu na noite de ontem em Los Angeles, Califórnia-EUA. O tradicional Staples Center esteva abarrotado de celebridades da música para a 59ª cerimônia de entrega do Grammy Awards, o ‘Oscar da Música’.

A grande vencedora da noite foi a inglesa Adele, que roubou a cena em diversos momentos da premiação. Logo na abertura, a cantora de 28 anos nos brindou com o mega-hit ‘Hello‘ – que viria a ser premiada logo depois como a ‘Melhor Música’, ‘Melhor Gravação’ e ‘Melhor Performance de Solo Pop’.

Entre idas e vindas ao palco – para buscar estatuetas – Adele protagonizou uma homenagem ao seu conterrâneo George Michael, que faleceu no final de dezembro. Ao saber que participaria da homenagem, Adele fez questão de escolher ‘Fastlove‘, clássico da carreira solo de George. Uma releitura com os ares sóbrios e póstumos que pedia.

adele-george-michael-grammys-2-z

Insatisfeita com a própria apresentação, Adele pediu para parar a música e começar de novo. Ecos de seu show do Grammy em 2016, que gerou certa controvérsia. Do alto de seus 15 Grammys (cinco recebidos ontem à noite), Adele mostrou seu potencial e deixou o palco emocionada após encerrar a música com ‘I miss my baby’.

O lado humano se sobressaiu mais uma vez ao receber o grande prêmio da noite: ‘Melhor Álbum’, para ’25’. Adele quebrou a estatueta e ofereceu para Beyoncé, em um gesto generoso.

adele

“Eu não acho possível aceitar esse prêmio. A artista da minha vida é Beyoncé. E este álbum para mim, o Lemonade , é tão monumental e tão bem pensado, tão bonito, com alma… Todos nós pudemos ver um outro lado seu que você nem sempre nos deixou ver e nós adoramos isso. Você é nossa luz. O jeito que você faz meus amigos negros se sentirem é muito empoderador. Eu te amo e sempre te amarei”, declarou Adele.

Além das homenagens à George Michael, Prince também foi muito lembrado por sua morte. Destaque para Bruno Mars, vestido como Prince e dando conta do (difícil) recado de “Let’s Go Crazy”.

Os 40 anos do filme ‘Os Embalos de Sábado à Noite’ renderam também uma bela homenagem aos Bee Gees, responsáveis por clássicos da trilha sonora. John Travolta estava lá para aplaudir a banda Little Big Town, Demi Lovato, Andra Day e Tori Kelly.

Mas, cá entre nós, a grande expectativa da noite era a tabelinha entre Lady Gaga e o Metallica – o dito MetalliGa. Apesar dos problemas técnicos que praticamente anularam o vocal de James Hetfield, a apresentação foi incrível. Tudo graças à versatilidade de Gaga – que novamente se mostrou completa. Gaga, que já se afirmou anteriormente como uma fã de heavy metal, poderia fazer isso mais vezes.

As falhas técnicas que deixaram Hetfield puto também exaltaram o Metallica em outro momento. O Megadeth recebeu o prêmio de ‘Melhor Álbum de Metal’ por Dystopia. Mustaine, ex-Metallica, subiu palco ao som de ‘Master of Puppets‘, do Metallica. Destaque para o brasileiro Kiko Loureiro, mostrando que é pé quente (o Megadeth tinha sido indicado várias vezes, mas só agora conquistou um Grammy).

Essas falhas técnicas, homenagens emocionantes e apresentações épicas (vide Beyoncé, grávida e arrasando) mostraram um Grammy mais humanizado. Mesmo sob a aura de astros do showbizz. A cerimônia foi conduzida pelo simpático James ‘Carpool’ Corden, que mandou muito bem.

Ou o que dizer da irreverência do Twenty One Pilots, ao receber seu gramofone dourado com as calças arriadas? Justíssimo ‘Stressed Out’ faturar como melhor música de Duo Pop.

la-et-mg-twenty-one-pilots-accept-their-grammy-award-20170212

Vale registrar também o Cage The Elephant faturando o ‘Melhor Álbum de Rock’, para ‘Tell Me I’m Pretty’, lançado no final de 2015. Estranha essa contagem do Grammy, que em 2017 premia um álbum de 2015 como ‘Melhor de 2016’. Em todo caso os meninos estão vindo em breve para o Brasil.


Segue abaixo a lista com os principais premiados no Grammy Awards 2017:

Disco do Ano

  • Adele – “25”
  • Beyoncé – “Lemonade”
  • Drake – “Views”
  • Justin Bieber – “Purpose”
  • Sturgill Simpson – “A Sailor’s Guide to Earth”

Música do Ano

  • Beyoncé – “Formation”
  • Adele – “Hello”
  • Mike Posner – “I Took a Pill in Ibiza”
  • Justin Bieber – “Love Yourself”
  • Lukas Graham – “7 Years”

Gravação do Ano

  • Adele – “Hello”
  • Beyonce – “Formation”
  • Rihanna – “Work”
  • Twenty-One Pilots – “Stressed Out”
  • Lukas Graham – “7 years”

Revelação

  • Anderson Paak
  • Chance the Rapper
  • Maren Morris
  • The Chainsmokers
  • Kelsea Ballerini

Categorias rock

Performance Rock

  • “Joe” (Live From Austin City Limits) – Alabama Shakes
  • “Don’t Hurt Yourself” – Beyoncé e Jack White
  • “Blackstar” – David Bowie
  • “The Sound Of Silence” (Live On Conan) – Disturbed
  • “Heathens” – Twenty One Pilots

Performance Metal

  • “Shock Me” – Baroness
  • “Silvera” – Gojira
  • “Rotting In Vain” – Korn
  • “Dystopia” – Megadeth
  • “The Price Is Wrong” – Periphery

Canção de Rock

  • “Blackstar” – David Bowie
  • “Burn The Witch” – Radiohead
  • “Hardwired” – Metallica
  • “Heathens” – Twenty One Pilots
  • “My Name Is Human” – Highly Suspect

Álbum Rock

  • California – Blink-182
  • Tell Me I’m Pretty – Cage The Elephant
  • Magma – Gojira
  • Death Of A Bachelor – Panic! At The Disco
  • Weezer – Weezer

Categorias Pop

Performance Solo de Pop

  • Adele – “Hello”
  • Beyoncé – “Hold Up”
  • Justin Bieber – “Love Yourself”
  • Kelly Clarkson – “Piece by Piece”
  • Ariana Grande – “Dangerous Woman”

Performance de dupla ou grupo pop

  • The Chainsmokers – “Closer” [ft. Halsey]
  • Lukas Graham – “7 Years”
  • Rihanna – “Work” [ft. Drake]
  • Sia – “Cheap Thrills” [ft. Sean Paul]
  • Twenty One Pilots – “Stressed Out”

Álbum pop vocal

  • Adele – 25
  • Justin Bieber – Purpose
  • Ariana Grande – Dangerous Woman
  • Demi Lovato – Confident
  • Sia – This Is Acting

Álbum Pop Tradicional

  • Andrea Bocelli – Cinema
  • Bob Dylan – Fallen Angels
  • Josh Groben – Stages Live
  • Willie Nelson – Summertime: Willie Nelson Sings Gershwin
  • Barbra Streisand – Encore: Movie Partners Sing Broadway

Categoria alternativa:

Álbum de música alternativa

  • Bon Iver – 22, A Million
  • David Bowie – Blackstar
  • PJ Harvey – The Hope Six Demolition Project
  • Iggy Pop – Post Pop Depression
  • Radiohead – A Moon Shaped Pool

Categorias R&B

Performance R&B

  • BJ the Chicago Kid – “Turnin’ Me Up”
  • Ro James – “Permission”
  • Musiq Soulchild – “I Do”
  • Rihanna – “Needed Me”
  • Solange – “Cranes in the Sky”

Performance de R&B Tradicional

  • William Bell – “The Three of Me”
  • BJ The Chicago Kid – “Woman’s World”
  • Fantasia – “Sleeping with the One I Love”
  • Lalah Hathaway – “Angel”
  • Jill Scott – “Can’t Wait”

Música R&B

  • PartyNextDoor feat. Drake – “Come See Me”
  • Bryson Tiller – “Exchange”
  • Rihanna – “Kiss It Better”
  • Maxwell – “Lake By the Ocean”
  • Tory Lanez – “Luv”

Álbum ‘urbano’ cotemporâneo

  • Beyoncé – Lemonade
  • Gallant – Ology
  • KING – We Are King
  • Anderson .Paak – Malibu
  • Rihanna – Anti

Álbum de R&B

  • BJ The Chicago Kid – In My Mind
  • Lalah Hathaway – Lalah Hathaway Live
  • Terrace Martin – Velvet Portraits
  • Mint Condition – Healing Season
  • Mya – Smoove Jones

Categorias rap

Performance Rap

  • Chance the Rapper – “No Problem” [ft. 2 Chainz and Lil Wayne]
  • Desiigner – “Panda”
  • Drake – “Pop Style” [ft. The Throne]
  • Fat Joe / Remy Ma – “All the Way Up” [ft. French Montana and Infrared]
  • Schoolboy Q – “That Part” [ft. Kanye West]

Performance vocal rap

  • Beyoncé – “Freedom” [ft. Kendrick Lamar]
  • Drake – “Hotline Bling”
  • D.R.A.M. – “Broccoli” [ft. Lil Yachty]
  • Kanye West – “Ultralight Beam” [ft. Chance the Rapper, Kelly Price, Kirk Franklin and The-Dream]
  • Kanye West – “Famous” [ft. Rihanna]

Música Rap

  • Fat Joe / Remy Ma – “All the Way Up” [ft. French Montana and Infrared]
  • Kanye West – “Famous” [ft. Rihanna]
  • Drake – “Hotline Bling”
  • Chance the Rapper – “No Problem” [ft. 2 Chainz and Lil Wayne]
  • Kanye West – “Ultralight Beam” [ft. Chance the Rapper, Kelly Price, Kirk Franklin and The-Dream]

Álbum de Rap

  • Chance the Rapper – Coloring Book
  • De La Soul – and the Anonymous Nobody…
  • DJ Khaled – Major Key
  • Drake – Views
  • Schoolboy Q – Blank Face LP
  • Kanye West – The Life of Pablo

Categorias country

Performance solo country

  • “Love Can Go to Hell” – Brandy Clark
  • “Vice” – Miranda Lambert
  • “My Church” – Maren Morris
  • “Church Bells” – Carrie Underwood
  • “Blue Ain’t Your Color” – Keith Urban

Performance country de duo ou grupo

  • “Different for Girls” – Dierks Bentley featuring Elle King
  • “21 Summer” – Brothers Osborne
  • “Setting the World on Fire” – Kenny Chesney & P!nk
  • “Jolene” – Pentatonix featuring Dolly Parton
  • “Think of You” – Chris Young with Cassadee Pope

Canção country

  • “Blue Ain’t Your Color – Keith Urban
  • “Die a Happy Man” – Thomas Rhett
  • “Humble and Kind” – Tim McGraw
  • “My Church” – Maren Morris
  • “Vice” – Miranda Lambert

Álbum country

  • Big Day in a Small Town – Brandy Clark
  • Full Circle – Loretta Lynn
  • Hero – Maren Morris
  • A Sailor’s Guide to Earth – Sturgill Simpson
  • Ripcord – Keith Urban

Categorias dance/eletrônica:

Gravação de Dance Music

  • “Tearing Me Up” – Bob Moses
  • “Don’t Let Me Down” – The Chainsmokers Featuring Daya
  • “Never Be Like You” – Flume Featuring Kai
  • “Rinse & Repeat” – Riton Featuring Kah-Lo
  • “Drinkee” – Sofi Tukker

Disco de Dance Music/Música Eletrônica

  • Skin – Flume
  • Electronica 1: The Time Machine – Jean-Michel Jarre
  • Epoch – Tycho
  • Barbara Barbara, We Face A Shining Future – Underworld
  • Louie Vega Starring…XXVIII – Louie Vega

Outras categorias

Disco de world music

  • Dois Amigos, Um Século De Música: Multishow Live — Caetano Veloso & Gilberto Gil
  • Destiny — Celtic Woman
  • Walking in the Footsteps of Our Fathers — Ladysmith Black Mambazo
  • Sing Me Home — Yo-Yo Ma & The Silk Road Ensemble
  • Land of Gold — Anoushka Shankar

Disco de jazz latino

  • 30 — Trio Da Paz
  • Entre Colegas — Andy González
  • Madera Latino: A Latin Jazz Perspective on the Music of Woody Shaw — Brian Lynch & various artists
  • Canto América — Michael Spiro/Wayne Wallace La Orquesta Sinfonietta
  • Tribute to Irakere: Live in Marciac — Chucho Valdés

Videoclipe

  • Beyoncé – “Formation”
  • Leon Bridges – “River”
  • Coldplay – “Up & Up”
  • Jamie xx – “Gosh”
  • OK Go – “Upside Down & Inside Out”

Filme sobre música

  • Steve Aoki – I’ll Sleep When I’m Dead
  • The Beatles – The Beatles: Eight Days a Week The Touring Years
  • Beyoncé – Lemonade
  • Yo-Yo Ma & the Silk Road Ensemble – The Music of Strangers
  • Vários artistas – American Saturday Night: Live from the Grand Ole Opry

Produtor do ano – não clássico

  • Benny Blanco
  • Greg Kurstin
  • Max Martin
  • Nineteen85
  • Ricky Reed

Veja a live do Canal RIFF sobre o Grammy 2017:

Tudo que você precisa ouvir hoje é o Metallica tocando clássico com instrumentos de brinquedo

Quando o assunto é música o Metallica não está para brincadeira. Ou melhor, os gigantes do metal se permitem brincar de vez em quando. Às vésperas de lançar o seu décimo álbum de estúdio, Hardwired…To Self-Destruct, a banda norte-americana participou do  programa  The Tonight Show, do apresentador Jimmy Fallon na rede NBC.

O descontraído quadro Music Room já recebeu músicos como Madonna, Adele e Mariah Carey. Mas o contraste dos metaleiros cinquentões com instrumentos de plástico é provavelmente o ponto alto da série. James Hetfield, Lars Ulrich, Kirk Hammett e Robert Trujillo tocaram o clássico ‘Enter Sandman‘ acompanhados pelo próprio Fallon e sua banda de apoio, The Roots. O resultado é hilário e você confere no vídeo abaixo:

ESPECIAL: Camisas, molhos, cervejas, caixões e vibradores – As alternativas para diversificar os produtos das bandas!

Por Guilherme Schneider I @Jedyte

Imagine a cena: você, caro apaixonado por música, acaba de presenciar um show mega maravilhoso. Perante o palco, você viveu uma experiência ao máximo. Aqueles minutos, com aquela banda do coração, foram com uma intensidade tão grande que supriria semanas de marasmo cotidiano. Mas, e logo depois em que as luzes se acendem?

Ainda no calor (literal, pode apostar) de um showzaço vem aquele impulso irracional por consumir a banda –sim,  tudo o que vier pela frente. Fãs cercam as barraquinhas nos pós-show da vida para devorarem todo o possível – e assim montar um estoque de emoções perpetuáveis. Bem, mas, e quando a empolgação termina em uma “olhadinha” apenas nos produtos?

Dance of DaysNenê Altro, do Dance of Days, já publicou livros e zines

Confesso que em diversos shows minha empolgação terminou em uma barraquinha “só” com CDs.

Um absurdo, né? Afinal, a arte de um grupo musical é traduzida ali, em um disquinho com uma dúzia de músicas. Mas, na era do MP3 e Streaming de música uma barraquinha com CDs não me satisfaz.

Posso até comprar, seja para ajudar, fazer minha parte, ou dar ‘uma moral’… Porém dificilmente vou ouvir mais de uma vez – provavelmente vou é converter o CD para MP3… E só.


O Weezer apelou para esse confortável cobertor com mangas

Entra ano, sai ano, e há quem discuta ainda uma “crise” na indústria fonográfica. Sem dúvidas o modelo de negócio mudou – e provavelmente você não consome mídia física (CD, DVD ou Blu-Ray) como consome música digital. A demanda existe, mas as bandas precisam de um pouco mais de ousadia e criatividade.

Bandas, o caminho é diversificar!

Tanto nas independentes, com orçamento contado em moedas de rateio, até os gigantes das gravadoras, chegou sim o tempo de consumir a marca. Sim, a maioria das bandas tem um potencial enorme de transformar as suas letras (e ideais) em produtos.

Ideologicamente chega a ser um pouco feio pensar assim. Mas, garanto que a magia não vai embora só porque os artistas decidiram investir no empréstimo de seus nomes para produtos. Camisas, zines, canecas, calendários, bonecos… Há espaço para todos os bolsos.

Um salve para as bandas que diversificam os merchs pós-show. #webfestvalda #raimundos

A post shared by Guilherme Schneider (@jedyte) on

É bem verdade também que foi por uma dessas que o finado Chorão, do Charlie Brown Jr, acertou um socão no olho do Marcelo Camelo, dos Los Hermanos. Ou quando João Gordo, do Ratos de Porão, esculachou o Dado Dolabella na MTV.

Separei algumas bandas que trouxeram soluções criativas (algumas apenas bizarras) na hora de monetizar um pouquinho mais. Lógico que existem trocentas outras ideias legais, então, se souber, por favor coloque nos comentários, pode ser?

Confira a lista, com alguns itens criativos e outros excêntricos:

11 – Álbum de figurinhas do Detonator

Detonator

Detonator, o ex-vocalista do Massacration, lançou no ano passado o ótimo Metal Folclore. No ritmo da Copa do Mundo, o cd trouxe dentro do encarte um álbum de figurinhas. Timing perfeito!

10 – Kit de costura do White Stripes

White Stripes

Os White Stripes são certamente uma das bandas mais criativas na hora de vender produtos. Câmera Holga, vitrolas personalizadas, teremim, kilt… Jack White sempre surpreende de alguma forma. Mesmo que com um singelo kit de agulhas e botões – e pode ser útil!

9 – Livro + álbum do MarmorAlma Celta

Uma solução bem legal para vender CDs foi encontrada pelo rock orquestrado da Marmor. A banda formada pelo baterista Marcelo Moreira lançou no ano passado o livro Alma Celta. Cada faixa do álbum corresponde a um capítulo do livro, o que valoriza (e amplia) a experiência, tanto da leitura, quanto da música.

8 – Banco Imobiliário do Metallica

Metallica Banco Imobliliário

Ao lado de War, Jogo da Vida e Imagem e Ação, Banco Imobiliário deve ser um dos jogos de tabuleiro mais queridos do Brasil. Mas nada supera essa versão especial do Metallica, totalmente adaptada para a a história dos álbuns  da banda de metal.

7 – Molhos do Marky Ramone

Marky Ramone Souce

A ideia de uma banda explorar os cinco sentidos só é de fato possível quando o paladar é contemplado. Pensando nisso, alguns já se arriscaram em molhos e pimentas, como os RaimundosPierce The Veil, Gwar ou Bring me The Horizon. Mas, ninguém mandou tão bem como o baterista Marky Ramones, ex-Ramones , que assina uma linha de molho de tomate e outra de pimenta.

6 – Tarô do Neck Deep

tarot

O pop punk galês do Neck Deep proporcionou um inusitado baralho de tarô no álbum Wishful Thinking. As ilustrações seguem o estilo mais tradicional – só que com os membros da banda, claro.

5 – Bonecos!

Beatles Toys

Figure toys, plush, bonecos… chame como for. Desde os modelos cabeçudos de vinil da Funko Pop, aos detalhadíssimos da McFarlane Toys… eles certamente ficam bem na estante de qualquer fã – como essa linha Yellow Submarine dos Beatles.

4 – Esse tênis com a cara do Noel Gallagher

oasis shoe

O eterno Oasis Noel Gallagher teve o seu rosto estampado em uma limitadíssima coleção de tênis da Adidas: apenas 120 pares.

3 – Cervejas!

Cervejas de bandas

Tem sido um clichê interessantíssimo das bandas. Várias já lançaram as suas versões etílicas, tanto aqui no Brasil quanto lá fora. Por exemplo, Matanza, Angra ou Velhas Virgens viraram cervejas aqui. Enquanto AC/DC, Iron Maiden ou Pearl Jam… nada mal, né?

2 – O caixão do Kiss

Kiss Caixão

Só para quem leva MUITO a sério o estilo de vida da ‘Kiss Army’. Os fãs do Kiss podem encomendar um caixão (dois modelos na verdade, até autografados) para um sepultamento memorável – ao menos para os que presenciarem vivos.

1 – Vibradores de Ranmstein, Ghost BC e Motörhead

Este slideshow necessita de JavaScript.

Dificilmente a linha de brinquedos eróticos das bandas pode ser mais bizarra. O Motörhead (rei do merchan) ganhou destaque recentemente, mas não chega nem perto aos modelos do Ghost e Ranmstein: um vem embalado em uma bíblia, outro em uma caixa com seis membros. Extrassensorial ao extremo…


E você, tem alguma sugestão? Comente!

O que o Metallica trouxe de novo dessa vez? Relembre todas participações no Rock in Rio!

Metallica é a banda mais acostumada ao Palco Mundo do Rock in Rio. Desde o retorno e consolidação do festival, em 2011, a banda norte-americana esteve nas três edições brasileiras – fora as no exterior.

Analisamos os setlists das três vindas dos gigantes do heavy/thrash metal. E, ao contrário do que dizem por aí, os shows não são tão repetitivos assim. Claro que algumas músicas estiveram em 2011, 2013 e agora em 2015.

Metallica Rock in Rio 2015
Fotos: I Hate Flash

Das 18 músicas apresentadas em cada um dos shows, sete delas se repetiram sistematicamente – além da introdução instrumental The Ecstasy of Gold, também presente em todas aberturas. São elas: For Whom the Bell Tolls , Sad But True, One, Master of Puppets, Nothing Else Matters, Enter Sandman e Seek & Destroy.

Além tocarem músicas de todos os álbuns (exceto o St Anger), a edição de 2015 trouxe alguns momentos diferentes (como a animada Whiskey in the Jar e a clássica The Unforgiven) no setlist, que lembrou mais o show de 2011 do que 2013. Na verdade as novidades foram: The Unforgiven, Turn the Page, King Nothing, The Frayed Ends of Sanity  e Whiskey in the Jar.

Ah, além dos problemas técnicos (o som simplesmente desapareceu para o público em certas partes, irritando a banda) durante as mais de 2h20 de apresentação… fora isso, o que você achou do(s) show(s)?

setlist
R
ock in Rio 2011

  1. Creeping Death
  2. For Whom the Bell Tolls
  3. Fuel
  4. Ride the Lightning
  5. Fade to Black
  6. Cyanide
  7. All Nightmare Long
  8. Sad But True
  9. Welcome Home (Sanitarium)
  10. Orion
  11. One
  12. Master of Puppets
  13. Blackened
  14. Nothing Else Matters
  15. Enter Sandman
  16. Am I Evil? (Cover de Diamond Head)
  17. Whiplash
  18. Seek & Destroy

setlist
Rock in Rio 2013

  1. Hit the Lights
  2. Master of Puppets
  3. Holier Than Thou
  4. Harvester of Sorrow
  5. The Day That Never Comes
  6. The Memory Remains
  7. Wherever I May Roam
  8. Welcome Home (Sanitarium)
  9. Sad But True
  10. …And Justice for All
  11. One
  12. For Whom the Bell Tolls
  13. Blackened
  14. Nothing Else Matters
  15. Enter Sandman
  16. Creeping Death
  17. Battery
  18. Seek & Destroy

setlistRock in Rio 2015

  1. Fuel
  2. For Whom the Bell Tolls
  3. Battery
  4. King Nothing
  5. Ride the Lightning
  6. The Unforgiven
  7. Cyanide
  8. Wherever I May Roam
  9. Sad But True
  10. Turn the Page (Cover de Bob Seger)
  11. The Frayed Ends of Sanity
  12. One
  13. Master of Puppets
  14. Fade to Black
  15. Seek & Destroy
  16. Whiskey in the Jar (Cover de Thin Lizzy)
  17. Nothing Else Matters
  18. Enter Sandman

Queen, Metallica, Royal Blood… a agenda da semana é dominada pelo Rock in Rio!

A previsão do tempo pra essa semana é otimista. O friozinho carioca deve ganhar mais calor com a proximidade do primeiro final de semana do Rock in Rio. O maior festival do Brasil começa na próxima sexta-feira (18), e todos ingressos já estão esgotados.

Bom, claro que ainda há por aí um monte de cambistas (ocasionais ou profissionais) e promoções. Então ainda há esperança pra você comparecer ao RIR 2015. Shows de lendas como Queen (com Adam Lambert nos vocais), Metallica, Korn, Royal Blood, Mötley Crüe, Rod Stewart… são muitas as lendas e ‘apostas’ desta edição;

Royal Blood

Royal Blood é uma das apostas do RIR (Foto: Getty)

Confira a Agenda de Shows do RIFF e se programe (nem que seja para assistir na TV). E, lembre-se: acontecendo algum show imperdível é só nos avisar nas redes sociais que recomendamos por aqui – indique pela hashtag #AgendaRIFF.

QUINTA – 17 de setembro
17 – Zander e Menores Atos (Imperator)

SEXTA – 18 de setembro
18 – 1º dia de Rock in Rio – Queen (+ Adam Lambert), Onerepublic, The Script, Lenine e outros (Cidade do Rock)

Zander

Zander é a melhor opção fora do festivalzão (Foto: Divulgação)

SÁBADO – 19 de setembro
19 – 2º dia de Rock in Rio – Metallica, Mötley Crüe, Royal Blood, Gojira, Korn, Ministry e outros (Cidade do Rock)

DOMINGO – 20 de setembro
20 – 3º dia de Rock in Rio – Rod Stewart, Elton John, Seal, Os Paralamas do Sucesso, John Legend, e outros (Cidade do Rock)

Mas, afinal, Rock in Rio É Bom?