Arquivo da tag: Black Sabbath

Resenha: Tim Bernardes @ Theatro Net

Por Natalia Salvador

Recomeçar foi um dos discos brasileiros mais comentados em 2017. O lançamento de Tim Bernardes, fora da banda O Terno, foi muito esperado e superou às expectativas do público e da crítica. Os shows de lançamento têm sido feitos de maneira mais leve e tranquila, por isso, cada capital por onde Tim passa aguarda ansiosa pela oportunidade de desfrutar deste espetáculo ao vivo. O Canal RIFF não poderia perder a oportunidade de estar presente neste dia tão especial e, de quebra, ainda batemos um papo com o multi-instrumentista. Confira!  

Tim Bernardes @ 2018

O cenário simples e minimalista nos fazia sentir como se estivéssemos dentro de um quarto com Tim. Era o momento dele nos mostrar seu íntimo, da maneira mais verdadeira que poderia. Em entrevista exclusiva, o cantor contou como foi lançar um trabalho solo. “Foi um processo completamente diferente dos discos que eu já tinha feito com O Terno. Eu sempre fui 100% focado na banda e, vira e mexe, compunha uma canção que tinha uma pegada bem mais pessoal”, explicou. O paulista ainda disse que escolheu músicas que, de alguma forma, tinham a ver com a temática de estar sozinho, de ver uma estrutura ruir – seja por uma mudança, um relacionamento, etc -, e o silêncio. “O disco é o meio do caminho, o limbo até, de fato, algo recomeçar. O tempo que eu guardei essas músicas eu não tinha nem coragem de mostrar para as pessoas, deixava elas guardadas e de tempo em tempo eu ouvia e continuava gostando delas”, concluiu.

Se as gravações já são emocionantes, ao vivo a coisa fica ainda mais bonita! Acompanhado de um piano e duas guitarras, onde se divide a cada música, Tim apresentou músicas do álbum solo, suas composições com O Terno, além de versões de canções de outros artistas. No meio de lindas performances de Jorge Ben Jor, Gilberto Gil, Black Sabbath, Belchior, entre outros, o grande destaque da noite ficou por conta de Soluços, música de Jards Macalé. Entre as canções da banda, Volta e Melhor Do Que Parece, presentes no último disco, não ficaram de fora do set list. Além disso, a iluminação baixa também te transporta para o universo de Tim.

Tim Bernardes @ 2018

O público cantava mais tímido a maioria das músicas, pareciam estar ali apenas observando e absorvendo o que o multi-instrumentista havia preparado. “Eu to bem feliz! Eu sabia que estava fazendo um disco e que eu achava as canções bonitas, estava caprichando e que seria algo que eu, como ouvinte, gostaria de ouvir. Mas eu não tinha certeza do quanto eu queria lançar e expor ele num primeiro momento, que eu ainda estava tímido. No meio do processo, que eu vi ele tomando força e virando uma grande coisa assumi a ideia de lançar mesmo, fazer clipe, divulgação e chegar no máximo de pessoas possível. Até agora é o disco que eu mais consegui me realizar musicalmente”, confessou.

Dentre as músicas de Recomeçar, a que mais se destaca é Não. Ao vivo isso não seria diferente. Além dela, Tanto Faz, Quis Mudar, Talvez, Ela Não Vai Mais Voltar, As Histórias do Cinema, e Ela, não ficaram de fora do set list – e nem poderiam. A verdade é que, conforme o show vai avançando, mais a gente quer ouvir. É como se fosse aquele grupinho de amigos tocando na sala em mais uma reunião entre vocês, você só quer ficar ali curtindo aquele momento por um tempinho. Mas uma hora, infelizmente, chega ao fim.

Tim Bernardes @ 2018

Mas se engana quem pensou que Tim deu um tempo. Além de seguir apresentando Recomeçar pelo Brasil afora, o cantor tem importantes encontros marcados com O Terno. A banda se apresenta no segundo dia do Lollapalooza Brasil e os meninos estão animados. “Eu acho que vai ser legal, vão pessoas do Brasil inteiro. To com essa sensação de que vai ser o maior encontro mundial de fãs d’O Terno até então”, contou sorrindo. E as surpresas não param por ai, Tim contou ao Canal RIFF que eles estão com um novo show, renovado, e querem curtir esse momento. Mas, também estão ensaiando coisas novas e parece que vem novidade por ai! Então fica ligado no Tim Bernardes, na banda O Terno e não da mole de perder.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

5 shows imperdíveis que ainda irão acontecer no Brasil em 2016

Por Bruno Britto | @brunosbritto

Podemos dizer que 2016 tem sido generoso em relação a música no Brasil. Apenas no primeiro semestre, tivemos shows de bandas consagradas, como Coldplay, The Rolling Stones e os americanos do Maroon 5, espetáculo que esse humilde redator teve a oportunidade de conferir em Fortaleza. Após tão grandioso início de ano, diziam que não dava para melhorar.

O Canal RIFF vem mostrar através dessa lista que 2016 ainda está longe de terminar. Confiram cinco shows imperdíveis que ainda irão acontecer no nosso país até a virada do ano!

  1. Scorpions

Scorpions 106

Os alemães do Scorpions estão de volta, dessa vez trazendo até nós a “50th Anniversary World Tour”, em comemoração aos 50 anos de carreira. A voz poderosa e singular de Klaus Meine poderá ser ouvida em São Paulo nos dias 01/9, 03/9 e 04/9, todos no Citibank Hall. Fortaleza e Rio de Janeiro também, nos dias 08/9 e 10/9, respectivamente.

Por que é imperdível? Ouvir clássicos como Still Loving You e Wind of Change, percebendo como a banda parece não sentir os efeitos do tempo.

  1. Aerosmith

Aerosmith 2016

O Aerosmith dessa vez vem para o Brasil com a turnê “Rock n’ Roll Rumble – Aerosmith Style 2016″. Serão realizados três shows ao todo, sendo dia 11/10 em Porto Alegre, 15/10 em São Paulo e 21/10 em Recife. O grupo de Steven Tyler e Joe Perry já passou por aqui um total de seis vezes, sempre com apresentações memoráveis.

Por que é imperdível? Os últimos shows do Aerosmith foram memoráveis e a tendência é turnês como essa ficarem menos frequentes. Melhor aproveitar.

  1. Megadeth

Megadeth 2016

Um dos integrantes do chamado “Big 4 do Thrash Metal” retorna ao Brasil, já contando com o guitarrista Kiko Loureiro, para a divulgação do mais recente álbum do grupo, Dystopia. Serão realizados shows em São Paulo, Fortaleza, Belo Horizonte, Porto Alegre, Blumenau e Curitiba, entre os dias 07 e 18 de agosto.

Por que é imperdível? Dystopia foi um trabalho excelente e as apresentações com a nova formação, que além de Kiko também conta com Chris Adler e David Ellefson, estão sendo bastante elogiadas. A turnê parece ser imperdível.

  1. Black Sabbath

A lendária banda britânica Black Sabbath irá passar pelo nosso país com a sua turnê de despedida, “The End”. Toni Iommi, Geezer Butler e claro, Ozzy Osbourne, integrantes da formação original, serão acompanhados pelo baixista Tommy Clufetos, e realizarão shows em Curitiba, Rio de Janeiro e São Paulo, nos dias 30/11, 02/12 e 04/12, respectivamente.

Por que é imperdível? É a turnê de despedida do Black Sabbath. Precisa falar mais alguma coisa?

  1. Guns N’ Roses

Guns 2016

Alguns anos atrás, diriam que o retorno do Guns N’ Roses era tão provável quanto Portugal vencer uma Eurocopa: sempre existiu a possibilidade, mas ninguém de fato acreditava muito. Fomos surpreendidos novamente.

Os shows serão realizados em Porto Alegre, dia 08/11, São Paulo, dia 11/11, Rio de Janeiro, dia 15/11, Curitiba, dia 18/11 e em Brasília, dia 20/11.

Por que é imperdível? Axl Rose, Slash e Duff Mckagan juntos em um palco. Se eu estiver sonhando, não quero ser acordado.


Menções honrosas: The Offspring, Whitesnake, Simple Plan

E qual mais você sugere?