Arquivo da tag: System of a Down

Chester Bennington: As bonitas homenagens dos amigos músicos

Por Guilherme Schneider | @Jedyte 

O mundo da música chorou nesta quinta-feira com a notícia da morte de Chester Bennington,  vocalista do Linkin Park, que foi encontrado morto na manhã de ontem (20/7). A principal hipótese da polícia local é suicídio, por enforcamento em sua residência localizada em Los Angeles, Estados Unidos.

Após o choque inicial da perda, diversos artistas, sobretudo músicos, publicaram dezenas de mensagens nas redes sociais. Mensagens de gratidão, admiração e respeito pela vida e obra de Chester. Mas também mensagens de força e apoio à vida – em especial dos que também lutam contra a depressão.


Matt Skiba (Alkaline Trio/Blink 182): “Vá em paz, belo garoto. Chester B., RIP | Ligue 1 (800) 273-8255 se você precisa de alguém para conversar por favor. Obrigado @billiejoearmstrong pelas belas palavras, amor e inspiração nesta hora escura ❤”

Travis Barker (Blink182): “Absolutamente de coração partido. Valorizo cada vez que estivemos juntos ou detonamos em um palco, meu amigo. Condolências e orações aos amigos, familiares e Linkin Park. Tão triste #RIPCHESTER”

Daron Malakian (System of a Down/Scars on Broadway): “Muito chocado e triste com as notícias da morte de Chester Bennington. Me lembro de quando conheci Chester. Eu estava de mau humor nos bastidores e ele entrou no camarim e levantou minha alma antes de subir ao palco. Trabalhar com Chester e com o Linkin Park na música ‘Rebellion’ foi um dos mais divertidos trabalhos que já colaborei com outro artista. Eles me fizeram sentir em casa quando entrei no palco no Hollywood Bowl e no Forum. Nossos corações vão para o Linkin Park e para a família de Chester. Sentiremos saudades de Chester Bennington.”

Tico Santa Cruz (Detonautas): “Fica a lembrança das musicas, o show que tive o privilégio de assistir no Novo México onde entrevistei a banda em 2004 e a certeza de que devemos considerar mais o debate e as conversas sobre depressão. #ripchester

Avril Lavigne: “Não estou conseguindo lidar. Notícias horríveis. Perdemos um dos melhores. Sem palavras. Nós amamos você, Chester. Me lembro de tocar com você no Rock Am Ring, em Nuremberg, como se fosse ontem. Um momento mágico. Durante o seu set, você se aproximou e me deu um grande beijo no meu rosto enquanto eu estava assistindo do lado do palco. Descanse em paz.”

Nickelback: “‘Quando a vida nos deixa cegos, o amor nos mantém gentis’. – Chester Bennington. Descanse em paz, senhor.

A depressão não loga para sua idade, raça, gênero ou status. Não discrimina. Deixe aqueles que você se importa sabendo que estará lá para eles.”

Billie Joe (Green Day): “Encontrei o Chester algumas vezes. Ele era muito gentil e também muito inteligente. E um puta de um cantor. Saúde mental e dependência quimíca são questões muito complexas. Só sei que você não está sozinho. Descanse em paz Chester. Sentiremos sua falta… telefone de prevenção de suicídios: +1 (844) 540-5889”

RIP Chester. We lost another voice of a generation today. I'd like to remind everyone that follows me that you are never alone. Life is fucking hard and every single one of us has beasts inside of us that we battle daily. And as humans… do your part. Stop with the cyber bullying, and hating people for stupid reasons. How about instead leave up lifting messages of hope and love and rock n roll. Just one word of kindness can change someone's life…I've seen it in my line of work…you are powerful enough to help someone or hurt someone…so choose to spread positivity. Chester, you will be missed, and I'm sorry that you felt like you had to leave this way. But all of the people that you've healed through your music, we Thank you for your time here and your music will live on through us!

A post shared by LZZY HALE (@officiallzzyhale) on

Lzzy Hale (Halestorm): “RIP Chester. Hoje perdemos outra voz de uma geração. Gostaria de lembrar a todos que me seguem que você nunca está sozinho. A vida é muito difícil e cada um de nós tem feras dentro de si, contra as quais lutamos diariamente. E como humanos … faça sua parte. Pare com o bullying cibernético e odiar as pessoas por razões estúpidas. Que tal, em vez disso, deixar mensagens de esperança, amor e rock n roll? Apenas uma palavra de bondade pode mudar a vida de alguém … Eu vi na minha linha de trabalho … você é poderoso o suficiente para ajudar alguém ou ferir alguém … então escolha espalhar positividade. Chester, sentiremos sua falta, e sinto muito por você ter se sentido assim para nos deixar desse jeito. Mas por todas as pessoas que você curou através da sua música, nós agradecemos o seu tempo aqui com a gente e sua música vai viver através de nós!”

Rihanna: “Literalmente o talento mais impressionante que já vi ao vivo! Fera no vocal! #RIPChester #LinkinPark”

Rise Against: “Chester não era apenas uma potência de um líder de banda, mas também uma das pessoas mais gentis e mais engraçadas num palco. Ficamos felizes por conhecê-lo. Nossos corações estão com sua família e com os caras do @linkinpark. Para todos os que estão lutando contra demônios: fiquem acordados comigo, vamos provar que eles estão errados. #ripchester #makeitstop 1-800-273-TALK (Natl Suicide Prevention Center)


Naturalmente, as bandas estrangeiras divulgaram centros de prevenção de suicídio locais. Sua vida importa: aqui no Brasil não hesite em ligar para 141 – o Centro de Valorização da Vida (CVV). 


Anúncios

Todos os vencedores do Prêmio RIFF de Música 2015

No último dia 21 de dezembro o Canal RIFF orgulhosamente apresentou a sua primeira premiação oficial: o Prêmio RIFF de Música 2015. Ao todo foram 13 categorias eleitas através de voto popular.

O grande vencedor de 2015 foi a banda Versalle, finalista do programa SuperStar da Rede Globo (vencedora do infame Glande de Ouro). A Versalle levou nada menos do que o Álbum do ano (Distante Em Algum Lugar), Música do ano (Marte) e Banda/Artista nacional.

Florence and The Machine faturou Banda/Artista internacional. O melhor show internacional foi para o System of a Down, pelo showzaço do Rock in Rio. Já o CPM 22 levou o melhor show brasileiro, justamente pelo apresentado no mesmo festival. Por sinal o Rock in Rio levou o prêmio de melhor line-up.

A revelação do ano foi a banda de rock Mr Catra e os Templários. O clipe de Histeria, do Scalene, foi eleito pelos fãs o melhor de 2015. A viajada capa de Currents, do Tame Impala, ganhou com a melhor do ano. E a mídia de música que mais se destacou em 2015 foi o canal Minuto Indie. O melhor riff de guitarra foi para Don’t wanna fight do Alabama Shakes.

Ah, e o próprio Canal RIFF quis saber qual quadro que mais agradou no ano. O finado Comentando SuperStar foi o grande vencedor (ele não está mais no YouTube, mas pode ser revisto no Facebook do RIFF).

Confira a lista COMPLETA dos resultados e até dezembro de 2016!

  • Banda/Artista do Ano – Internacional

Florence and The Machine

6a8c828c-41ef-43aa-bb73-75d86aee1c00-2060x1236
Foto: Tom Beard/Toast Press
  • Banda/Artista do Ano – Nacional

Versalle

Foto: Divulgação/Facebook da Versalle
Foto: Divulgação/Facebook da Versalle
  • Melhor Clipe

Histeria (Scalene)

  • Melhor Show – Internacional 

System of a Down

  • Melhor Show – Nacional 

CPM 22

  • Revelação 2015 

 Mr Catra e Os Templários

  • Melhor capa de álbum 

Currents (Tame Impala)

Currents

  • Melhor riff de guitarra do ano

Don’t wanna fight (Alabama Shakes)

  • Melhor quadro do Canal RIFF 

Comentando SuperStar

  • Melhor line-up de Festival 

Rock in Rio

Foto por Ariel Martini / I Hate Flash
Foto: Ariel Martini / I Hate Flash
  • Mídia de Música 

Minuto Indie

minuto indie

  • Música do Ano 

Marte (Versalle)

  • Álbum do ano 

Distante Em Algum Lugar (Versalle)

RESENHA: A redenção (sem spoilers) do System of a Down

Por Gustavo Chagas I @gustavochagas I Fotos IHateFlash

Eu odeio spoiler. Odeio muito. Sou daqueles que se isolam do mundo quando eu não assisto Game of Thrones no domingo a noite. Sou assim com série, filme, luta e principalmente com setlist. Quando sou muito fã da banda, fujo deles com afinco.

Antes de sair de uma gravação no dia 24, um cara que trabalha comigo disse: “Ae, saiu o setlist do System! Quer saber?!”. Eu disse um sonoro “não” e sai da sala. Dois passos depois eu parei, voltei e perguntei: “Cara, só me diz se eles vão tocar I-E-A-I-AI-O. So isso que eu quero saber”. E a resposta também foi um sonoro “não”.

SOAD

Sou fã de System of a Down há muito, muito tempo. Quando fui vê-los em 2011, eu tava muito, muito ansioso. Muito. Mas, não sei se foi por causa da minha localização na Cidade do Rock, mas eu não conseguia ouvi-los. Tava tão baixo que, ou eu cantava, ou eu tentava ouvir. Tentei chegar mais pra frente, pro lado, pro outro e nada. Fiquei tão decepcionado com o show, que só consegui voltar a ouvir System quando eles foram anunciados pro Rock in Rio.

Quase não fui desta vez. Medo de ser horrível de novo. Mas comprei e fui. Foda-se.

Dessa vez eu não dei mole e sai emburacando la pra frente. Fiquei em frente a uma caixa de som. Começa o show do Queens. Som alto. Check. E lá fiquei.

Termina o showzaço do Queens. A hora não passa. Luzes se apagam. Vai começar. A banda entra sem cerimônia, e quais são as primeira letras que o guitarrista Daron Malakian emite ao chegar no microfone? I-E-A-I-AI-O!!
PUTA MERDA! MAS ELA NÃO TAVA NO SETLIST!! Ali eu percebi que esse show iria ser diferente.

Tocaram Attack e Know que não entravam em setlists desde 2011! Temper então… NÃO ERA TOCADA HÁ 16 ANOS!! Todos, sem exceção, pareciam se dar conta de que estava, presenciando um momento único e o público parecia estar em transe. Aerials foi cantada pelo coro mais bonito que eu já vi em 4 edições de Rock in Rio que já fui.

System

Soldier Side, Forest, CUBErt, todas as músicas que gosto sendo tocadas! Ao final do show tive que fazer um esforço pra poder lembrar alguma que eu goste muito e que não foi tocada. Só ao chegar em casa que eu lembre de Chic ‘n’ Stu.

Mas pouco importou. Ao fechar o show com a dobradinha Toxicity (que viu o maior mosh pit da história do Rock in Rio ser formado) e Sugar (alguém não pulou essa hora?), o SOAD partiu com a sensação de missão cumprida. Pra mim, pra eles e pros 80 mil presentes.

 Obrigado System. Minha fé no rock agradece.
set
  1. I-E-A-I-A-I-O
  2. Suite-Pee/Attack
  3. Prison Song
  4. Know
  5. Aerials
  6. Soldier Side – Intro
  7. B.Y.O.B.
  8. Soil
  9. Darts
  10. Radio/Video
  11. Hypnotize
  12. Temper
  13. CUBErt
  14. Needles
  15. Deer Dance
  16. Bounce
  17. Suggestions
  18. Psycho
  19. Chop Suey!
  20. Lonely Day
  21. Question!
  22. Lost in Hollywood
  23. Vicinity of Obscenity
  24. Forest
  25. Cigaro
  26. Toxicity (Com a participação de Chino Moreno, do Deftones)
  27. Sugar

System of a Down, Slipknot, Katy Perry… a segunda semana do Rock in Rio é ainda maior!

Novamente a agenda da semana do Canala RIFF é dominada pelo Rock in Rio. E não poderia ser diferente, né? Afinal, o festival mais tradicional do Brasil trouxe grandes shows nos últimos dias – e isso foi só o começo.

O segundo final de semana do festival é ainda maior: serão quatro dias, ao invés de três. Dois deles dedicados ao rock, e dois ao pop.

System of a Down - Rock in Rio 2011Depois de quatro anos o SOAD está de volta ao Rock in Rio

Bandas consagradas como System of a Down, Queens of the Stone Age, CPM 22, Deftones, Slipknot e Faith no More se apresentam entre os dias 24 e 25 (os dias de rock). Mas, claro, tem muitas outras bandas interessantes.

Já no fim de semana do pop é impossível não destacar os retornos de Rihanna e Katy Perry. Além disso, há o A-Ha, Sam Smith e Cidade Negra.

Confira a Agenda de Shows do RIFF e se programe (nem que seja para assistir na TV). E se quiser nos indicar algum show legal é só nos avisar nas redes sociais que recomendamos – envie com a hashtag #AgendaRIFF.

Vamps - Hyde - 2015Hyde, do L’arc en Ciel, toca com o Vamps em São Paulo

QUINTA – 24 de setembro
24 – 4º dia do Rock in Rio – System of a Down, Queens of the Stone Age, Hollywood Vampires, CPM 22, Deftones e outros (Cidade do Rock)

SEXTA – 25 de setembro
25 – 5º dia do Rock in Rio – Slipknot, Faith no More, Mastodon, Nightwish + Tony Kakko e outros (Cidade do Rock)

SÁBADO – 26 de setembro
26 – 6º dia do Rock in Rio – Rihanna, Sam Smith, Sheppard, Lulu Santos e outros (Cidade do Rock)

DOMINGO – 27 de setembro
27 – 7º dia do Rock in Rio – Katy Perry, A-Ha, Cidade Negra, Suricato + Raul Midón e outros (Cidade do Rock)

27 – Vamps – Cine Joia (São Paulo)

E, o tal de Rock in Rio É Bom?