Ed Sheeran lança clipe de Shape of You

Por Thaís Huguenin

O cantor britânico divulgou na manhã desta segunda, 30, o clipe de Shape of You, uma das músicas que fazem parte do CD ‘÷’ (Divide), previsto para ser lançado no dia 03 de Março.

No roteiro de comédia romântica, Ed se apaixona por uma uma lutadora vivida por Jennie Pegouskie. Confira:

A música foi lançada juntamente com Castle on the Hill, que ganhou clipe semana passada e conta fatos de sua adolescência de Ed. As duas canções bateram recorde de streamings em uma estreia no Spotify, com mais de 13 milhões de plays em um dia.

Sheeran anunciou recentemente a sua vinda ao Brasil em maio. A turnê vai passar pelas cidades de Curitiba (23), Rio de Janeiro (25), São Paulo (28) e Belo Horizonte (30).

Ed Sheeran confirma quatro shows no Brasil

Por Thaís Huguenin

O ruivinho voltou com tudo! Na tarde desta quinta-feira, 26, ele confirmou a sua vinda ao Brasil. Ed desembarca no país para promover seu terceiro álbum de estúdio, ÷’ (Divide), previsto para ser lançado no dia 03 de Março.

16142980_573274302882985_8386715066766311854_n

A turnê vai passar por Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba

Ele, até agora, já divulgou duas músicas e o setlist do disco. Uma delas é Castle in The Hill, que inclusive, já ganhou clipe. Confira:

Ela junto com Shape of you bateram recorde de streamings em uma estreia no Spotify, transformando-se no maior lançamento da história da plataforma, que antes era do One Direction, com mais de 13 milhões de plays em um dia.

Os valores dos ingressos ainda não foram disponibilizados, só as datas de venda:

CURITIBA, 23 de maio

Pré-venda Ourocard: de 07/03 terça-feira (10h) a 10/03 sexta-feira (9h)

Venda: 10/03 sexta-feira (abrindo 10h), no site.

÷

RIO DE JANEIRO, 25 de maio

Pré-venda Ourocard: de 14/02 terça-feira (10h) a 17/02 sexta-feira (9h)

Venda: 17/02 sexta-feira (abrindo 10h), no site.

÷

SÃO PAULO, 28 de maio 

Pré-venda Ourocard: de 10/02 sexta-feira (0h01) a 12/02 domingo (23h)

Venda: 13/02 segunda-feira (abrindo 0h01) , no site.

÷

BELO HORIZONTE, 30 de maio 

Pré-venda Ourocard: de 07/03 terça-feira (10h) a 10/03 sexta-feira (9h)

Venda: 10/03 sexta-feira (abrindo 10h) , no site.

Depois de tour pelo nordeste, Alaska se prepara para gravar o próximo CD

Por Natalia Salvador | @_salvadorna


Revelação com “Onda”, banda Alaska começa a produzir o próximo CD


Que 2016 foi um ano de muitas surpresas e boas descobertas para o rock brasileiro, todo mundo já sabe. Uma das bandas que ganhou seu espaço e vem crescendo no cenário nacional é a Alaska. Indicados em diferentes prêmios, inclusive no Prêmio RIFF de Música, como banda revelação e aposta, André Ribeiro (voz e guitarra), Vitor Dechem (teclado, guitarra e voz), Nicolas Csiky (bateria), André Raeder (guitarra) e Wallace Schmidt (baixo) prometem não diminuir as novidades e surpresas para 2017. O Canal RIFF conversou com o vocalista André Ribeiro, que falou sobre o clipe de Impulso, a tour do último ano e os planos para o futuro. Confira!

O CD de estreia da banda paulistana é o ‘Onda’, de 2015. Muito elogiado, o trabalho vem sendo desenvolvido e gerando bons resultados. Um bom exemplo disso é o clipe de Impulso, quarta faixa do álbum, lançado em novembro de 2016. Com um roteiro de suspense, o vídeo foi gravado em um estacionamento, no centro de São Paulo, durante a madrugada. “Tivemos várias reuniões com o Santiago Paestor e o Vitor D’Angelo– diretores- antes de gravar. As ideias começaram a aparecer ainda no primeiro semestre do ano e foram meses de pré-produção”, contou, ressaltando que esta foi uma das vivências mais legais e cansativas que já tiveram.

Dentre as experiências vividas em 2016, a banda teve a oportunidade de tocar em diferentes estados do país. “Foi muito massa viajar o quanto viajamos, além de conhecer e dividir o palco com muitos artistas ótimos como Maglore, Scalene, Vivendo do Ócio, Sarina e várias bandas que trabalham muito para entregar músicas e shows incríveis. Também podemos conhecer pessoas que interagem com a gente pelas redes sociais e isso tudo torna o aprendizado, que é intenso e nem sempre da forma que a gente gostaria, muito mais agradável. Faz tudo valer a pena!”, afirmou André.

alaska
Alaska @2017 | Divulgação

Para quem já acompanha a banda, sabe que, para a nossa alegria, eles estão empolgados com que vem por ai e nos enchendo de curiosidade. “Tem muita coisa para rolar ainda esse ano. Vamos lançar mais um ou dois clipes do ‘Onda’ e estamos começando a escrever o segundo álbum”, contou. Ainda no início do processo criativo, o vocalista não descarta a opção de financiamento coletivo -usado no último CD -, que tem ajudado as bandas independentes e ainda garante aos fãs e amigos recompensas exclusivas. “Estamos bem animados pela próxima fase, seja lá o que isso significa. É muito bom fazer parte de cada etapa do processo. Pretendemos continuar fazendo as coisas dessa forma!”, acrescentou.

Resenha: Rancore + Zander + Nove Zero Nove + Stereophant @Teatro Odisseia

Por Thaís Huguenin (texto e fotos)

O que para muitos era um domingo de retorno do feriado prolongado, para os fãs da Rancore era a volta da banda aos palcos cariocas. Sem pisar no Rio desde a tour de despedida, em 2014, o grupo tinha uma legião de adoradores sedentos para revê-los. O Teatro Odisseia quase não deu conta de tantas saudades, e com lotação máxima, foi palco de uma noite memorável. Cansaço, canela roxa, falta de voz e uma leve desidratação, por conta do calor, são sintomas presentes na maioria das pessoas que curtiram o show.

Quem abriu os trabalhos foi a banda Stereophant, com um setlist pequeno por conta do tempo apertado, misturaram músicas do álbum “Correndo de Encontro a Tudo” e algumas do disco novo – que a princípio será lançado em Março. Eles contagiaram o público que chegou cedo para prestigiar as bandas da noite. Todas as canções tiveram participação da plateia, mas em O Tempo e Vermelhao coro foi de arrepiar.

Já a segunda banda foi a Nove Zero Nove, eles tocaram músicas do álbum “Blindado” (2016) e “Nove Zero Nove” (2013). Em meio a rodinhas e pessoas pulando do palco o grupo abriu o show cantando Mártir, escolha perfeita para o período que estamos vivendo.

909-4

Em certo momento, o vocalista Mauricio Kyann agradeceu o apoio do público e, falou sobre a falta de visibilidade que as bandas independentes tem nos meios de comunicação de massa atualmente: “Foda-se que não estamos entre os 100 mais tocados. A gente fala mais que vários artistas por aí. Ver vocês aqui, ver esse evento rolando, dando certo. Isso é o que faz a gente continuar:”

Quem ficou com a responsabilidade de ser a última banda antes da Rancore foi a Zander. Com cinco trabalhos lançados, o quarteto foi de “Em Construção” (2008)  até “Flamboyant” (2016) em um pouco mais de 40 minutos de show. O público cantou Dezesseis e Humaitá a plenos pulmões, mostrando que a galera tinha fôlego de sobra e estavam preparadíssimos para receber os paulistas mais esperados da noite.

zander-1

Não tem muita coisa que se possa falar depois do show da Rancore. É uma experiência para ser vivida. Já começa que as músicas são entoadas como hino,como se a vida de cada pessoa presente naquele lugar dependesse disso.Não há um ser que fique parado. É uma troca de energia imensa, você sai mais leve.

Teco, vocalista, consegue conduzir como ninguém a nação de fãs que eles colecionaram ao longo dos anos. Sempre mostrando muito respeito e igualdade. Ele deixa claro que qualquer um pode participar das rodinhas e fazer stage diving, mas é para uns cuidarem dos outros, porque o intuito principal ali é a diversão.

rancore

Caggegi, Ale, Candinho e Teco caminharam perfeitamente entre os clássicos de “Yoga, Stress e Cafeína” (2006), “Liberta” (2008) e “Seiva” (2011). Como nem tudo é maravilhoso, os fãs sentiram falta de Cresci, M.E.I e Mulher no setlist, mas entre tantas músicas marcantesé difícil montar o repertório sem sacrificar algumas.

O show por si só já foi o ponto alto da noite, mas não podemos esquecer o momento épico em que Teco ficou só de sunga no palco, nem quando durante a música Ritual a plateia se transformou em uma alcateia e mostrou que a Rancore nunca vai ser um lobo solitário.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Depois desse show podemos, enfim, começar o ano. Infelizmente, ainda não sabemos se a banda vai realmente voltar ou não, mas a única certeza que os integrantes precisam ter nesse momento é que nada mudou nesse tempo. Quer dizer, só aumentou a certeza que a Rancore tem continuar/voltar.

setlist

SETLIST RANCORE 

1 – Escravo Espiritual
2 – Samba
3 – Jeito Livre
4 –Cicatrizes
5 – 5:20
6 – Ritual
7 – Liberta
8 – Respeito É A Lei
9 – Planto
10- Escadacronia
11 – Seleção Natural
12 – Inocentes
13 – Quarto Escuro
14 – Infinito
15 – Yoga, Stress e Cafeína

Resenha: Drive + Âncora + The Unknows @Teatro Odisseia

Por Thaís Huguenin (texto e fotos)

As pessoas que foram ao Teatro Odisseia na tarde/noite do último sábado, 21/01, estavam lá para viver e apoiar o renascimento da Drive. Banda que estreou sua terceira formação e voltou aos palcos depois de alguns anos em hiatus. Você acompanhou aqui, no Canal RIFF, o lançamento da nova música, o mistério de quem seriam os integrantes e, agora, confere a resenha do show de retorno. Posso adiantar que foram muitas emoções.

A responsável por abrir os trabalhos foi a The Unknowns, única banda da noite a ter um vocal feminino. Eles começaram tocando o single Basta Lutar, mas conquistaram o público presente fazendo cover de 30 Seconds to Mars e um medley que incluía Radioactive, Drag me Down e Summertime Sadness. O grupo tocou ao todo seis músicas, incluindo a inédita Entre Nós.

drive

O segundo show foi o da Âncora, trazendo músicas do EP “Mar Aberto” e a novíssima Entre o Medo e a Coragem, a banda usou e abusou de introduções instrumentais. Isso de maneira alguma foi problema, porque elas se encaixaram perfeitamente no andamento da apresentação. O setlist deles também foi curto e segundo o vocalista, Felipe Barboza , iam fazer valer a pena (e fizeram). Com sete músicas eles mostraram que a banda tem um grande potencial.

ancora

Ao som de troca de estações de rádio e trechos de sucessos da banda, a Drive subiu no palco um pouco antes das 20h. Para a surpresa de muitos, eles já começaram tocando a música nova Não Vou te Sufocar.

Mostrando que é uma nova fase da banda, eles seguiram o show misturando canções do primeiro álbum, “Drive” (2005), e do segundo, “Plano Sequência” (2012), sendo acompanhados pela plateia que foi um show a parte e cantou todas as músicas.

Como se não bastasse toda emoção da noite, eles preparam uma surpresa para os fãs. Fizeram uma nova versão de Sonho Azul, música da Drive que vazou, mas nunca foi regravada ou fez parte de algum disco e mesmo assim é uma das preferidas da galera.

drive-5

Infelizmente, durante Tentando Melhorar a pele do bumbo (da bateria) estourou, mas eles não se abalaram. Pack, vocalista, explicou a situação, pediu desculpas e disse que tocariam dali para frente músicas mais leves. O lado bom foi que isso abriu uma brecha para Juliana entrar no setlist.

Quando o show se aproximava do fim, a banda convidou vários fãs para subirem no palco e ajudarem a cantar o grande sucesso da Drive, Olhando Pra Você. Muitas pessoas foram, mas outras preferiram curtir na plateia mesmo. Que momento!

Teve #CoberturaRiff no show de retorno da @bandadrive e olha só o recado da galera!

A post shared by Canal Riff (@canalriff) on

Como ainda sobraram alguns minutos, o grupo pediu sugestões para uma última música e Verdade fechou com chave de ouro essa noite de nostalgia.

O recado foi dado: eles voltaram com tudo. Não restam dúvidas que a nova formação chegou com o pé na porta, Douglas, Marlon, Davidson Pedro mostraram que aguentam a responsabilidade de agora fazerem parte da banda que marcou uma geração.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Para a galera de São Paulo, eles estão chegando aí na sexta, dia 27, no Hangar 110. E o próximo show aqui no Rio é no dia 3 de Fevereiro, com Drops 96 e Divisa no Saloon 79, em Botafogo. Se eu fosse vocês não perdia.

setlist

SETLIST DRIVE

1-Não Vou Te Sufocar
2 – Cada Vez Mais Só
3 – Bom cidadão
4 – Singular
5- Muito Mais Que Eu Quis
6 – Tempo
7 – Frases Feitas
8 – Sonho Azul
9- Deixa Eu
10- Meus Olhos
11- Bons Amigos
12- Tentando Melhorar
13 – Juliana
14- Recomeçar
15 – Olhando Pra Você
16 – Verdade